Passeios Pedestres

Nos Açores existe uma Rede de Percursos Pedestres Classificados pelo Governo Regional dos Açores, de forma a garantir a segurança e tranquilidade dos pedestrianistas.

Durante séculos, nos Açores, a maneira mais fácil de viajar entre localidades, na mesma ilha, era por mar: na realidade os caminhos eram escassos e poucos possibilitavam passagem a carruagens ou carros de bois. Na sua maioria eram caminhos de pé posto, por onde passavam as gentes na sua labuta diária, acompanhadas, claro, por cavalos, burros e mulas. Também por aí passava o gado nas idas e vindas das pastagens. Por esses caminhos se deslocavam as populações para as festas vizinhas, se passavam os produtos agrícolas, o peixe, o carvão e outras mercadorias para a troca. Tudo o que era maior, seguia por mar.

É essa rede de caminhos que tem vindo a ser reabilitada e posta à disposição de todos para usufruto da paisagem dos Açores. Na realidade, cada um desses trilhos passa em zonas de beleza excecional, ligando quase todos os recantos de cada uma das ilhas, tanto junto ao mar, como em altitude

Passeios de Meio Dia

Este percurso começa no miradouro da Lomba do Vasco, termina na freguesia das Sete Cidades e tem a duração total de cerca de 2h. Atravessa-se a Cumeeira da Caldeira das Sete Cidades no sentido Lomba do Vasco – Vista do Rei. Nesta parte do percurso pode observar-se: do lado esquerdo a Caldeira Seca e as Lagoas das Sete Cidades e do lado direito a costa oeste da Ilha de São Miguel. Deve seguir por este caminho, de terra batida, até chegar ao Miradouro da Vista do Rei. Neste ponto, retrocede-se até se encontrar uma descida à direita, também em terra batida, o caminho dos 3 km, que irá levar até à freguesia das Sete Cidades.

O percurso percorre uma zona classificada como Paisagem Protegida. É responsabilidade de todos (as) nós contribuirmos para a sua proteção, bem como assegurar a sua biodiversidade através da conservação deste habitat natural.

Informações:
Distância:7 km.
Duração:2 horas.
Dificuldade:Fácil.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.

Este percurso inicia-se e termina junto ao parque de estacionamento utilizado pelos visitantes da Rocha da Relva. A descida para a Rocha de Relva realiza-se através um estreito atalho escavado na falésia. É um percurso fácil de realizar, não apresentando situações de maior risco.

Pouco tempo depois do início do percurso chegará a uma bifurcação, onde poderá optar por virar à esquerda para visitar primeiro a Rocha do Cascalho, antes de continuar a descida para a Rocha da Relva.

Durante o resto da descida não existe qualquer caminho sem ser o principal que o levará à Rocha de Relva, uma fajã detrítica como existem muitas na Ilha de São Jorge mas uma das poucas de São Miguel. Já na Fajã poderá observar o grande número de adegas existentes, consequência do microclima que favorece o desenvolvimento das vinhas, assim como figueiras e hortícolas. Chama-se a atenção aos pedestrianistas para não apanharem frutas ou hortícolas durante a caminhada.

O regresso realiza-se pelo mesmo caminho.

Informações:
Distância:4.5 km.
Duração:2h 30m.
Dificuldade:Fácil.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.

Esta pequena rota circular começa e termina junto à Fábrica de Chá Gorreana.

Atravesse cautelosamente a estrada regional em direção ao portão de acesso à plantação de chá e siga em frente até encontrar indicação para virar à esquerda. Esta é a parte ascendente do percurso que se desenvolve em caminho de terra batida pelo meio da plantação de chá.

Cerca de 1.200 metros após o início do percurso irá passar por cima de uma ponte em pedra. A pastagem passa a tomar o lugar do chá e das matas.

Cerca de 450 metros depois verá à sua direita um conjunto de construções de apoio à catividade agrícola. Siga em frente, de novo com o chá como companhia e depois a pastagem.

Depois de atravessar uma mata de criptomérias, vire à esquerda em direção ao ponto mais alto do percurso. Pouco depois encontrará bebedouros de gado do lado direito.

Após 100 metros, no alto da pastagem, vire à direita e dirija-se à Casa do Mirante, uma construção neste momento em ruína, de onde pode desfrutar de uma magnífica vista sobre grande parte da costa norte da ilha, desde o Pico da Vara, para nascente, até à Ribeirinha para noroeste. Em baixo, as plantações de chá e a Fábrica da Gorreana.

Volte pelo mesmo caminho e no final deste troço, encontrará uma indicação para virar à esquerda atravessando uma pastagem. Siga junto à mata de criptomérias, contornando pastagem até entrar de novo no caminho, onde deverá virar à esquerda.

Após 200m perto de uma antiga casa da lavoura, entre à sua esquerda num caminho que o conduzirá à entrada para a plantação de chá.

A parte final do percurso desenvolve-se no interior da plantação, até de novo chegar à estrada regional.

No final do percurso visite a Fábrica de Chá Gorreana onde pode temperar as suas forças com um chá à sua escolha.

Informações:
Distância:6 km.
Duração:2h.
Dificuldade:Fácil.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.
Passeios de Dia Inteiro

Saindo de Ponta Delgada em direção à zona Oeste da ilha, inicia-se o percurso no muro das nove janelas (parte de um antigo aqueduto). Seguindo por uma mata densa de Criptomérias, cerca de um 1km, sobe-se de seguida em direção à linha de cumeeira do vulcão das Sete Cidades.

Segue-se o trilho ao longo de 9km, onde almoçaremos (picnics) e, algumas das mais impressionantes panorâmicas da ilha de São Miguel aguardam por si. Uma vez terminada a linha de cumeeira, percorre-se os restantes 2km por uma linha de água rica em vegetação e jogos de luz fantásticos

Chegada à freguesia das Sete Cidades. Coffee Break e regresso a Ponta Delgada.

Informações:
Distância:12 km.
Duração:9h às 17h.
Dificuldade:Fácil.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.
*Picnic incluído.

Partindo de Ponta Delgada em direção a Este, para-se na Vila da Povoação (local onde teve inicio o povoamento) para coffee break (30min) com as suas tradicionais fofas (bolo típico desta vila). Chegando ao Faial da Terra, picnics serão distribuídos, assim como terá inicio o brief de segurança.

Começando o trilho, segue-se em direção à pitoresca aldeia do Sanguinho, onde poderá, não só, observar as deslumbrantes panorâmicas, assim como conhecer a história peculiar deste fantástico local. Segue-se por entre densa vegetação exótica em direção à cascata do Salto do Prego, para almoço e banho. Saindo da cascata, segue-se a pequena ribeira até chegarmos novamente à freguesia do Faial da Terra. Coffee break e regresso a Ponta Delgada.

Informações:
Distância:6 km.
Duração:9h às 17h.
Dificuldade:Médio.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.
*Picnic incluído.

Parte-se em direção a Agua d´Alto onde começaremos o trilho. Subindo pela encosta sul do vulcão de Agua de Pau, por entre uma batalha entre vegetação endémica e exótica, pontos de vista fantásticos, assim como episódios ilustres da nossa história esperam por vós.

Chegando à lagoa, tempo para o merecido Picnic.

Saindo da lagoa, sobe-se a encosta sudeste da montanha para regressar ao ponto de partida.

Informações:
Distância:12 km.
Duração:9h às 17h.
Dificuldade:Médio.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.
*Picnic incluído.

Este percurso inicia-se e termina na Freguesia das Furnas e tem a duração aproximada de 3h. O percurso inicia-se na Três Bicas e passa por dentro da localidade até que se começa a subir por uma estrada alcatroada que dá acesso à Lagoa das Furnas.

Seguindo atentamente a sinalética chegará às Caldeiras da Lagoa cerca de 2,5 km após o início do percurso. Nessa zona encontram-se frequentemente turistas a observar os habitantes locais que aproveitam a elevada temperatura do solo para fazerem cozinhados tradicionais.

De seguida o percurso segue sempre junto à Margem da Lagoa, contornando-a através de um caminho de terra batida muito acessível.

Após caminhar cerca de 3 km encontrará a Ermida Nossa Senhora das Vitórias, construída no século XIX em estilo Gótico. Continue depois na berma da estrada regional em calçada de pedra cerca de 1,5 km até que encontrará um desvio à sua direita que desce para a Freguesia das Furnas. Seguindo sempre por esse caminho chegará ao final do trilho cerca de 30m depois.

Informações:
Distância:9.2 km.
Duração:2h 50m.
Dificuldade:Fácil.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.
Preço:59€

Este trilho localiza-se na zona central da ilha de São Miguel, englobando o seu percurso dois concelhos, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo. Começando no “Monte Escuro” (Ribeira Grande) e terminando na Ermida da Nossa Senhora da Paz (Vila Franca do Campo), vistas deslumbrantes para as Lagoas do Fogo e Congro, assim como magníficas panorâmicas da ilha e Vila Franca do Campo e seu ilhéu, aguardam por si.

Informações:
Distância:14 km.
Duração:9h às 17h.
Dificuldade:Médio.
Equipamento:Calçado apropriado;
Protetor solar;
Óculos de sol;
Impermeável.
*Picnic incluído.